terça-feira, 26 de abril de 2016

ENFIEM O 25 DE ABRIL NO MEIO DO CÚ PORTUGUESES ....... A MAÇONARIA É QUE MANDA NOS TRIBUNAIS / POLICIAS / SIS / PJ / SIED / FORÇAS ARMADAS / E 80 % DOS DEPUTADOS LADRÕES SÃO MAÇÓNICOS ............ + AS RESSABIADAS DO BLOCO DE ESQUERDA + OS PALHAÇOS DO PCP + PS + CDS + PSD / ETC .......

.


OS PEDÓFILOS DA ASSEMBLEIA DA REPUBLICA AGRADECEM O 25 DE ABRIL ......... 
PARABÉNS PORTUGAL, A 40 ANOS A SEREM ENRRABADOS POR ESTA CANALHA DE POLITICOS MAÇONS, E VOCES AINDA APLAUDEM.


HAJA FUTEBOL
HAJA NOVELAS MORANGOS COM MERDA
HAJA RELIGIÃO COM FARTURA
HAJA MUSICA DE FADOS / PAREDES DE COURA / MADONA / ETC ...........

O POVÃO MERECE SER ENRRABADO POR MAIS 40 ANÛS



AQUI PRA VOCES SEUS CANALHAS MAÇÔNICOS 


TODOS OS POLÍTICOS DE PORTUGAL SÃO UNS VAMPIROS LADRÕES DOS CONTRIBUINTES ....... VÃO TOMAR NO CÚ !!!!! 

Acreditar nas promessas do 25 de abril 1974, é como cagar numa gaiola, e esperar que a merda cante !!!!!!!!!

                                                                                                                                                                                                    



50 milhões para Dias Loureiro e o amigo traficante de armas.


                                                                                                                                                                                                   


Casa Pia - Como os poderosos se safaram da justiça




                                                                                                                                                                                                  

António Costa e a cobertura descoberta


                                                                                  

Jardim Gonçalves o reformado milionário! 170 mil euros/mês?



"Jardim tem reforma de 167 mil € por mês. O ex-presidente do BCP fez o seu contrato de reforma com o banco, que lhe garante deslocações em 'Falcon' e a protecção de 40 seguranças privados. 
Um mês de pensão de Jardim Gonçalves sustentava creche durante 17 anos, em S. Tomé. 

Mas eles merecem tudo e mais alguma coisa... pela promiscuidade e impunidade... 
"As investigações visam averiguar eventuais ilegalidades na concessão de financiamentos pelo BCP a Filipe Jardim Gonçalves , que resultaram em créditos incobráveis de 12,4 milhões de euros para o banco e que agora o fundador da instituição se dispôs a pagar. Além disso, está ainda em causa o alegado perdão de 15 milhões de euros em juros devidos por José Goes Ferreira, accionista qualificado do BCP."DN

ARTIGO COMPLETO: 
http://goo.gl/Ts3et0


                                                                                       

Paulo Morais Novos nomes da Lista 'BESA Máfia Luso Angolana.

ALVARO SOBRINHO / ISABEL DOS SANTOS / GENERAIS, TODOS ENVOLVIDOS NO SAQUE, E ROUBO DO BESA ANGOLA, E OS PALHAÇOS DOS PORTUGUESES É QUE PAGAM .....



Paulo Morais revela nomes dos devedores dos 3 mil milhões ao BES.


Paulo Morais revela nomes dos devedores dos 3 mil milhões ao BES. 
QUEM ANDA A GOZAR O NOSSO DINHEIRO DESAPARECIDO DO BES?
Grande parte dos três mil milhões de euros do buraco do BES ficaram na esfera do presidente angolano Eduardo dos Santos.
http://apodrecetuga.blogspot.pt/2015/03/paulo-morais-revela-nomes-e-destino-dos.html?utm_source=feedburner&utm_medium=feed&utm_campaign=Feed:+NoVotemPensem+(N%C3%A3o+votem+em+corruptos)#.VyhQoYQrLIV
Mais uma vez Paulo Morais expõe a incompetência do Banco de Portugal, dos partidos da oposição, das comissões de inquéritos, dos próprios administradores ou presidente do Banco, etc etc ... revelando mais factos do que qualquer um, dos que tem por dever, fazê-lo.
O presidente do BESA garante que não sabe onde ou com quem estão os empréstimos que desfalcaram e abalaram o BES, no entanto Paulo Morais desmascara-o e garante que sabe quem são e onde estão, inclusive revela tudo.
Estranhamente, Paulo Morais, sabe coisas que mais ninguém sabe, ou queriam que não se soubesse.
Sabe mais do que os próprios responsáveis pela comissão de inquérito e do que os administradores do banco.
Mas mais estranho ainda é que a comissão de inquérito, só após os depoimentos dos administradores que tudo ignoram, é que decidiram chamar Paulo Morais, que já tinha garantido possuir informação importante.
Neste video limita-se a referir devedores da elite angolana, assegurando que os nomes da elite portuguesa, serão revelados numa próxima oportunidade.

“BES Angola emprestou 800 milhões a irmã de José Eduardo dos Santos”
Marta dos Santos é uma das devedoras a quem o BES Angola “perdeu o rasto”, garante Paulo Morais.
A Associação Transparência e Integridade assegura que não é difícil perceber quem são os destinatários dos empréstimos concedidos pelo BES Angola, e a que o banco alegadamente perdeu o rasto.
Rui Guerra, o ex-Presidente do BES Angola, disse aos deputados da comissão parlamentar que investiga o caso BES, que o banco não foi capaz de identificar os beneficiários de muitos dos empréstimos concedidos pela instituição e que estes já estavam em incumprimento antes de o Estado angolano conceder uma garantia.
Em causa podem estar mais de 5,7 mil milhões de euros.

Mas Paulo Morais, contesta os argumentos de Rui Guerra e acrescenta que tem documentos capazes de contrariar o ex-banqueiro.
“Nessa lista de empréstimos estava, à cabeça, a Marta dos Santos, irmã do presidente José Eduardo dos Santos, que teve um crédito de 800 milhões de dólares, para desenvolver em Talatona um projecto imobiliário, curiosamente em parceria com o empresário português José Guilherme, o tal que deu os 14 milhões a Ricardo Salgado.”
“Só no Comité Central do MPLA houve todo um conjunto de personalidades, como Roberto de Almeida, Maria Mambo Café e Ferreira Pinto, entre outros, que receberam 10 milhões de dólares para desenvolver os projectos que bem entendessem, sem terem de prestar quaisquer garantias ao banco”, acrescenta.

Investimentos em Portugal feitos com dinheiro do BES
Paulo Morais diz que muitos dos investimentos angolanos em Portugal foram feitos com esse dinheiro emprestado pelo BES Angola: “Há um aspecto ainda mais perverso.
Muitos dos investimentos que a elite angolana fez em Portugal, que foram vendidos como sendo dinheiro angolano que vinha para Portugal, de facto não era.

Era dinheiro dos depositantes do BES, disponibilizada à elite angolana para adquirir em Portugal propriedades, imobiliário.

Os próprios filhos de José Eduardo dos Santos têm uma propriedade em Aveiras de Cima, que adquiriram com crédito do BES, mas isto multiplicou-se por todo o país.”
Paulo Morais lamenta que nada esteja a ser feito em Portugal em relação a esta situação: “O que é incompreensível é como o Estado português não faz exercer os seus direitos, desde logo confiscando as propriedades compradas com este tipo de empréstimos. Relativamente aos empréstimos utilizados em território angolano, é evidente que a situação é mais difícil, mas dadas as óptimas relações que existem entre os dois Governos, teria de haver uma manobra diplomática para recuperar esses milhares de milhões de euros, que neste momento representam um prejuízo no BES e no Novo Banco, e que teriam de ser recuperados”, diz Paulo Morais, que considera pouco plausível o argumento do ex-presidente do BESA, que diz não ser possível identificar os destinatários dos empréstimos concedidos pelo banco. Em causa podem estar mais de 5,7 mil milhões de euros que o BESA nunca recuperou.

ARTIGO COMPLETO: http://apodrecetuga.blogspot.com/2015/03/paulo-morais-revela-nomes-e-destino-dos.html#ixzz47b6lbJJ9



                                                                                                                                                                                                 




Salgado confessa luvas de 8 milhões a Bava Banqueiro confessou ao juiz que havia um saco azul.

Ler mais em:
 http://www.cmjornal.xl.pt/exclusivos/detalhe/salgado_confessa_luvas_de_8_milhoes_a_bava.html




Zeinal Bava condecorado por Anibal Cavaco Silva  

https://www.publico.pt/economia/noticia/ongoing-aponta-o-dedo-a-zeinal-bava-pelos-investimentos-na-rioforte-1682099

Ongoing aponta o dedo a Zeinal Bava pelos RUINOSOS investimentos de 900 milhóes de euros na Rioforte

No final da reunião de accionistas que adiou a decisão da venda da PT Portugal à Altice para a próxima semana, Rafael Mora, administrador da PT SGPS, apontou o dedo a Zeinal Bava na realização dos investimentos ruinosos de 900 milhões de euros na Rioforte. Foi junto a jornalistas e alguns accionistas que lamentavam “a burla” de que foram alvo no negócio da fusão PT/Oi que Rafael Mora, representante da Ongoing na PT, afirmou que “se Bava não sabia, devia saber” dos investimentos na Rioforte.

                                                                                                                                                                                                                         






Submarinos: um negócio corrupto


Versão portuguesa da reportagem do jornalista António Cascais para a televisão alemã WDR, emitida a 28 de abril de 2014, detalhando as suspeitas não esclarecidas na compra de submarinos alemães pela Marinha portuguesa. Após condenações por corrupção relacionada com este negócio, na Alemanha, o Ministério Público português confirmou em dezembro de 2014 o arquivamento da investigação em curso, sem quaisquer acusações, admitindo no entanto terem ficado várias questões sem resposta.

                                                                                                               


BPN, quem está rico com o teu dinheiro? Quem foi ao pote do BPN? Quanto roubaram?




                                                                                                                

http://paradigmatrix.net/sociedade/portugal/padre-vitor-melicias-aufere-reforma-de-7450-euros-e-pede-resignacao-aos-portugueses/

Padre Vitor Melícias aufere reforma de 7450 euros e pede resignação aos portugueses


PARASITA DE MEUS IMPOSTOS ..........  POR ACASO CONTRIBUIU PARA A SS ???????  
PALHAÇO SANGUESSUGA DA SOCIEDADE PORTUGUESA, TENHO NOJO DE TI MELÍCIAS !!!!!!!!!!!!!!

                                                                                 












                                                                                 
http://www.dn.pt/politica/interior/presidente-da-camara-de-palmela-reformase-aos-47-2988890.html?id=2988890#.Vbu5-EURj5E.facebook

PRESIDENTE COMUNISTA DA CÂMARA DE PALMELA SE REFORMA AOS 47 ANÛS, UM EXEMPLO PARA TODOS NÓS CONTRIBUINTES ..... TODOS OS POLITICOS NÃO PASSAM DE PARASITAS DE NÓS PORTUGUESES.
TENHO DITO !!!!!!



A presidente da Câmara de Palmela, Ana Teresa Vicente (PCP), vai reformar-se a partir do próximo mês de fevereiro, mas vai manter-se na presidência do município até final do mandato, disse hoje à agência Lusa fonte da autarquia.
Ana Teresa Vicente, de 46 anos (faz 47 a 28 de janeiro), cumpre o terceiro e último mandato como presidente da Câmara de Palmela, pelo que não poderá recandidatar-se ao cargo.
                                                                                 

http://www.lusopt.com/portugal/1212-mario-soares-macau-angola-e-o-trafico-de-diamantes.html




MÁRIO SOARES E ANGOLA
A polémica em torno das acusações das autoridades angolanas segundo as quais Mário Soares e seu filho João Soares seriam dos principais beneficiários do tráfico de diamantes e de marfim levados a cabo pela UNITA de Jonas Savimbi, tem sido conduzida na base de mistificações grosseiras sobre o comportamento daquelas figuras políticas nos últimos anos.
Espanta desde logo a intervenção pública da generalidade das figuras políticas do país, que vão desde o Presidente da República até ao deputado do Bloco de Esquerda, Francisco Louçã, passando pelo PP de Paulo Portas e Basílio Horta, pelo PSD de Durão Barroso e por toda a sorte de fazedores de opinião, jornalistas (ligados ou não à Fundação Mário Soares), pensadores profissionais, autarcas, «comendadores» e comentadores de serviço, etc.
Tudo como se Mário Soares fosse uma virgem perdida no meio de um imenso bordel.
Sei que Mário Soares não é nenhuma virgem e que o país (apesar de tudo) não é nenhum bordel. Sei também que não gosto mesmo nada de Mário Soares e do filho João Soares, os quais se têm vindo a comportar politicamente como uma espécie de versão portuguesa da antiga dupla haitiana «Papa Doc» e «Baby Doc».
                                                                                

https://www.publico.pt/sociedade/noticia/casa-pia-testemunha-volta-a-acusar-ferro-rodrigues-1233492

                                                                                



http://doportugalprofundo.blogspot.pt/2015/12/a-nomeacao-de-francisca-van-dunen-como.html?utm_source=feedburner&utm_medium=feed&utm_campaign=Feed:+blogspot/wDbf+(Do+Portugal+Profundo)


A nomeação de Francisca van Dunem como ministra e sete factos capitais


nomeação, em 26-11-2015, de Francisca Eugénia da 

Silva Dias van Dunem como nova ministra da Justiça


suscita a relação de sete factos capitais:

  1. Francisca Eugénia da Silva Dias Van Dunem, teve ação controversa, enquanto diretora do DIAP de Lisboa e posteriormente, no processo Casa Pia que sacudiu o Partido Socialista e no âmbito do qual esteve detido o número dois do PS, Paulo Pedroso, e foi referido o atual presidente da Assembleia da República, Eduardo Ferro Rodrigues, bem como o seu antecessor Jaime Gama. Por causa da tentação socialista de influenciar a justiça, é que João Miguel Tavares recomendou cautela, em 26-11-2015, à satisfação mediática com a sua nomeação para o executivo social-comunista presidido por António «Pá-Talvez-O-Teu-Irmão-Seja-Altura-De-Procurar-O-[procurador João] Guerra» Costa (cuja frase imorredoura recupero da esquecida conversa do ex-ministro da Justiça, em 21-3-2003, no dia da detenção de Paulo Pedroso.
  2. Francisca van Dunem, de 60 anos, é casada com o advogado e professor catedrático da Faculdade de Direito de Lisboa, Eduardo Paz Ferreira, venerável da Maçonaria (Grande Oriente Lusitano), politicamente próximo do socialismo radical e admirador com «entusiasmo» de Jeremy Corbyn. Foi a ela, enquanto procuradora-geral distrital de Lisboa, que foi endereçada, em março de 2015, uma denúncia anónima contra o juiz Carlos Alexandre (certamente elaborada pelos rogue agents dos serviços que perseguem o magistrado), e que acabou arquivada no Tribunal da Relação.
  3. Eduardo Paz Ferreira convidou para a Maçonaria José Luís Saldanha Sanches, o falecido marido da procuradora Maria José Morgado, tendo este recusado, segundo relato de fonte próxima. Um episódio que não pode ser ignorado no percurso académico infortunado do fiscalista. Curiosamente, Maria José Morgado foi agora nomeada, em 1 de dezembro de 2015, pela procuradora-geral da República, Joana Marques Vidal, como procuradora-geral distrital de Lisboa, cargo em que substituíu a nova ministra.
  4. Francisca, «Mimosa» para os amigos mais próximos e «a Holandesa» para o Jacinto Lucas Pires Valupi, nada e criada em Angola, pertence a duas das mais poderosas famílias angolanas: «Vieira Dias pelo lado da avó paterna, Van Dunem pelo do avó paterno». Logo no dia da nomeação de Francisca como ministra da Justiça, recebeu acongratulação do vice-procurador-geral da República de Angola, general Hélder Fernando Pitta Groz, que creio faça parte, por afinidade, da sua parentela: «Numa sociedade como a de Portugal não seria fácil, não foi fácil de certeza absoluta, que uma mulher negra chegasse a fazer parte de um Governo» (?!...). Uma observação imerecida, apesar do que escreveu Fernanda Câncio, em 27-11-2015. Creio que o general Pitta Groz faça parte da parentela da ministra, por afinidade: a primeira mulher de Kopelipa chama-se Raquel Carlos Pitta Gros (ou Groz). Será Hélder Pitta Gróz ex-cunhado de Kopelipa?
  5. O Chefe da Casa Militar do Presidente da República de Angola, ministro de Estado, com a tutela dos serviços de informação militar e civil, e com investimentos em vários setores da economia (Portmill, diamantes,telecomunicações, etc.), general Manuel Hélder Vieira Dias Júnior «Kopelipa»,  alegadamente primo do presidente Eduardo dos Santos é também primo, pelo lado materno, da nova ministra da Justiça. O poder económico do general, de 62 anos, que se estende à economia portuguesa, da banca (participação no Banco BIG) ao imobiliário (de quintas no Douro ao edifício Estoril Sol Residence, que mais parece um microsmos do poder político-militar-económico luandense) e a uma construtora multinacional (Prebuild), foi afetado pela débâcle do Grupo Espírito Santo e sofre com problemas de liquidez na Colômbia. Também o seu poder político parece estar a dissipar-se, eventualmente por causa da doença. Mas a geografia do poder angolano é bastante variável e a queda do que alcunharam Príncipe das Trevas sucessivamente exagerada...  Kopelipa foi referido num inquérito judicial em Portugal por indícios de fraude fiscal e branqueamento de capitais, sem que no entanto tenha sido constituído arguido, mas o processo foi arquivado pelo procurador Paulo Gonçalves, numa decisão contestada pelo coordenador do DCIAP, Amadeu Guerra.
  6. O presidente José Eduardo dos Santos pertence ao clã van Dunen, em cuja família foi criado. Em 27 de maio de 1977 foi frustrado um golpe de Estado pelo avanço do marxismo-leninismo e pela negritude contra os brancos e mulatos de Agostinho Neto, conduzido por Nito Alves, e no qual pontificava José van Dunen, irmão de Francisca,  que tinha aparentemente o apoio de Moscovo mas oposição de Havana que apoia o contragolpe comandado pelo general Henrique «Iko» Alberto Teles Carreira, e no qual, segundo os herdeiros da fação perdedora,terão sido matados entre 20 mil a 100 mil pessoas, além dos que foram presos e torturados pela DISA na purga subsequente. Agostinho Neto morre em 1979, mas procura a reconciliação do país, através da indicação para seu sucessor do moderado José Eduardo dos Santos. Com a ironia da história, que leva muitas vezes à derrota das posições dos vencedores dos golpes, os homens de Neto (Iko Carreira, Lúcio Lara, Paulo Jorge, etc.) são afastados. Os van Dunen são recuperados pelo novo presidente de Angola, José Eduardo dos Santos, e assumemposições proeminentes no poder: além dos mais-velhos, como Fernando José de França Dias van Dunen (ex-primeiro-ministro), o falecido Pedro de Castro van Dunen «Loy» (ministro de várias pastas), são da família, o atual ministro da Saúde, José Vieira Dias van Dunen, o atual ministro dos Antigos Combatentes e Veteranos da Pátria, Cândido van Dunen, a general Luzia Inglês van Dunen «Inga», líder da OMA (seção feminina do MPLA), etc... Vale a verdade de que Francisca nunca abdicou da defesa da memória do irmão e da cunhada (a portuguesa Sita Vales) e adotou o filho destes.
  7. Em 30-11-2015, Álvaro Sobrinho, ex-presidente do BESAngola, da família Madaleno, sócio do general Kopelipa (e do general Dino) na filial angolana do BES  e no português Banco BIG, com vários investimentos em empresas portuguesas, no imobiliário e nos média (Soli, Cofina, Impresa), comunica o encerramento da sua Newshold, empresa que controla o semanário Sol e do diário i, o despedimento de dois terços dos jornalistas. Sobrinho desinveste nos média em Portugal. A propósito, registe-se que, em novembro de 2015, o juiz Rui Rangel, entretanto objeto de participação disciplinar na sequência de indícios detetados no inquérito dos «vistos gold», mandou devolver a Álvaro Sobrinho cerca de 30 imóveis que o juiz Carlos Alexandre havia arrestado no âmbito de inquérito ao Grupo Espírito Santo, no qual Sobrinho está alegadamente indiciado por «burla e branqueamento de capitais». Note-se que não é conhecida qualquer relação da ministra com Álvaro Sobrinho.

Não podem derivar-se da parentela, das relações ou da 


cronologia, nexos de causalidade. Mas também não 


podem ser ignoradas, como tabus políticos. As coisas 

são o que são. 

Nem mais, nem menos.


                                                                               




                                                                                http://www.lusopt.com/portugal/2092-33-milhoes-de-impostos-perdidos-na-venda-do-pavilhao-atlantico-um-roubo-descarado

33 MILHÕES DE IMPOSTOS PERDIDOS NA VENDA DO PAVILHÃO ATLÂNTICO, UM ROUBO DESCARADO

Será que a Ponte Vasco da Gama, o Pavilhão Atlântico, as acções do BPN, etc, já chegam para saciar a ganancia desta família de marajás Silva?
Não nos resta muito a fazer contra o saque a que assistimos impotentes, o poder instalado continua impune e destemido, contando com a impunidade que os eleitores lhe concedem nas urnas. Eles sabem que o povo não gosta de exercer cidadania e no dia de julgar os corruptos, 60% do povinho não o faz. Desperdiça os votos. A falta de vergonha que assolou a elite politica e seus associados, cresce à sombra de um povo que falta sempre no dia do julgamento.
"O Pavilhão Atlântico foi vendido por 21,2 milhões de euros ao Consórcio Arena Atlântico, no qual se inclui Luís Montez, dono da Música no Coração e genro do Presidente da República. O equipamento custou ao Estado 50 milhões de euros e “era rentável”, tendo os seus lucros triplicados entre 2009 e 2010. Fonte
O Sr Luis Montez comprou o Pavilhão Atlântico 'em saldo'.
Como é que um indivíduo com uma pesada dívida fiscal - 420 mil euros, mais os 66 mil euros de juros de mora porque não paga -ganha o concurso e pode comprar por 21,2 Milhões de euros um bem público cujo valor é cerca de três vezes superior?
A ilegalidade de todo o processo está mais que esmiuçada e revelada, aqui. "Assim sendo, atento o exposto e à situação do procedimento pré-contratual em apreço, considera-se que, ao admitir a proposta apresentada pelo agrupamento em questão, se está perante uma verdadeira fraude à lei, (...)." 
Apela-se a todos os portugueses, que estão contra o saque descarado, a boicotarem os espectáculos do Pavilhão Atlântico. Não comprem bilhetes, não enriqueçam mais os saqueadores que gozam com a nossa miséria. Não aceitem mais, este ultraje.

                                                                                 


http://www.lusopt.com/portugal/2979-ultima-descoberta-colossal-sobre-miguel-relvas-passos-coelho-e-dias-loureiro

ÚLTIMA - DESCOBERTA COLOSSAL SOBRE MIGUEL RELVAS, PASSOS COELHO E DIAS LOUREIRO


O antigo braço-direito de Passos Coelho no governo é um dos acionistas da empresa que comprou o Efisa, banco do universo BPN. Entre os restantes acionistas do banco está o ex-vice-governador do Banco Nacional de Angola, Mário Palhares.
Segundo o jornal Público, também Dias Loureiro é apontado como estando por trás da operação de aquisição do Efisa no verão passado por 38 milhões de euros, depois do Estado ter injetado 52.5 milhões de euros em 2014. Uma ligação que é negada pela empresa Pivot, que também tinha negado anteriormente a presença de Miguel Relvas entre os seus acionistas.
A ligação de Miguel Relvas ao Efisa não começou com a compra pela Pivot. Ela remonta à administração de Abdool Vakil, quando o ex-ministro administrava a Kapaconsult, que tinha o banco como único cliente. "Prestou serviços muito úteis, pois abriu-nos portas no Brasil", disse o ex-presidente do Efisa ao jornal Público em novembro de 2011.
A capacidade de “abrir portas” no Brasil e em países africanos faz parte do currículo de Relvas e a sua presença no corpo acionista do Efisa depende agora de autorização do Banco de Portugal. Apesar do Efisa não ter atividade bancária desde 2009, a sua carteira de crédito de 50 milhões é constituída maioritariamente por créditos de cobrança duvidosa. O grupo empresarial de Pais do Amaral é um dos principais devedores.
Muito se ouviu falar durante uns tempos do apoio de Passos Coelho a Dias Loureiro, o empresário de sucesso. Talvez se tenha descoberto a razão...
                                                                                 

http://ramirolopesandrade.blogspot.pt/2015/02/onde-estao-as-17-toneladas-de-ouro-do.html


Onde estão as 17 toneladas de ouro do Banco de Portugal que tu ( ANIBAL CAVACO SILVA ) mandas-te para o Banco DREXEL BURNHAM LAMBERT em Nova YORK / EUA, em 1990, e que foi a falencia uma semana depois do ouro ter chegado á América .......................


.
ANIBAL, ME DEVOLVE AS 17 TONELADAS DE OURO DO BANCO DE PORTUGAL, QUE ESTOURASTE NO BANCO Drexel Burnham Lambert, que faliu uma semana depois de nosso ouro ter chegado em Nova York, em 1990, eras primeiro-ministro desta república das BANANAS.

---------------------------------------------------------------------------------------------------------------------------------------------------

Em 1990, a Drexel Burnham Lambert, um dos principais bancos comerciais na época, foi à falência envolvida no escândalo dos junk bonds de Michael Milken, homem da grande Finança acusado de extorsão e fraude. 
Poucas pessoas sabem que o Banco de Portugal (óbvio...) tinha emprestado 17 toneladas de ouro ao banco. 
Ouro que simplesmente evaporou, numa altura em que era cotado a 380 Dólares por onça.

---------------------------------------------------------------------------------------------------------------------------------------------------

A memória é curta.

Já ninguém se lembra se não for recordado.

Mas é verdade que em 1990 o Banco de Portugal foi noticia de caixa alta por uma má razão:
  • 17 toneladas de ouro das suas reservas, entregues a uma então prestigiada instituição financeira de Wall Street, que acabava de declarar falência, estavam mal paradas.










JORGE SAMPAIO A RECEBER A ESMOLA DE 90 MIL EUROS DO REI DE ESPANHA, POR RELEVANTES SERVIÇOS PRESTADOS AO ESTADO ESPANHOL ..... SEM PALAVRAS PARA DESCREVER ESTE SENHOR.
OLHA LÁ SAMPAIO, AINDA CONTINUAS A EMPRESTAR TUA CASA NO ALGARVE, PARA O MENINO PAULO PEDROSO, IR COM OS AMIGUINHOS DELE, FAZER FESTAS DE ARROMBA ?????





PORTUGAL, É UMA REPÚBLICA DAS BANANAS !!!!!!!!!!



3 comentários:

João José Horta Nobre disse...

Estou a ver que gostou da imagem que encontrou no meu blog...

RAMIRO LOPES ANDRADE disse...

CARO João José Horta Nobre

A FOTO É MESMO A CARA DO 25 DE ABRIL......... HAHAHAHA
BEM MERECEMOS SER ENRRABADOS, QUE POVO AMORFO .

ABRAÇOS

RAMIRO LOPES ANDRADE

João José Horta Nobre disse...

;)

ABRAÇO