domingo, 16 de dezembro de 2018

Ernst Götsch-Sintrópica Agriculture/environmental revolution without pesticides, how to save our planet by positive example. People that can change our world, share peace among humans, and harmony with nature. Our planet has to be saved for us humans, the most destructive animal that exists.

.

Meet the trajectory of the 70-year-old Swiss who created the sintrópica agriculture, formed thousands of farmers with the technique and turned 5 acres in Bahia with your innovative method.

A bluevision de Ernst Götsch




Agricultura Sintropica com Ernst Gotsch em Foz do Iguacu.





No Correr das Águas: Agroflorestas 




Agroflorestar: Seeding a world of love, harmony and wealth





Aula prática completa de Agrofloresta com o Mestre Ernest





Da horta à floresta - From garden to forest





Life in Syntropy





FAZENDA DE ERNST GOTSCH




Meet the place where Ernst Götsch performs his experiments with successional agroforestry systems for almost 40 years. Starting from a degraded pasture, without fertilizers or pesticides, which is the effect of agriculture sintrópica in the landscape? See this video!

#agriculturasintropica #ernstgotsch #fazendaolhosdagua #protejaolhosdagua #lifeinsyntropy

O Livro da Natureza (The Book of Nature)


Learn about the history of the family Sousa, who found in nature the key to a fuller life.


sábado, 15 de dezembro de 2018

Ernst Götsch - Agricultura Sintrópica / A revolução do meio ambiente sem agrotóxicos, como salvar nosso planeta pelo exemplo positivo. Pessoas que podem mudar o nosso mundo, partilhar paz entre os humanos, e harmonia com natureza. Nosso planeta tem que ser salvo de nós humanos, o animal mais destrutivo que existe.

.
Conheça a trajetória do suíço de 70 anos que criou a agricultura sintrópica, formou milhares de fazendeiros com a técnica e transformou 5 hectares na Bahia com seu método inovador.

A bluevision de Ernst Götsch




Agricultura Sintropica com Ernst Gotsch em Foz do Iguacu.





No Correr das Águas: Agroflorestas 




Agroflorestar: Semeando um mundo de amor, harmonia e fartura





Aula prática completa de Agrofloresta com o Mestre Ernest





Da horta à floresta - From garden to forest





Life in Syntropy





FAZENDA DE ERNST GOTSCH




Conheça o lugar onde Ernst Götsch realiza seus experimentos com sistemas agroflorestais sucessionais há quase 40 anos.
Partindo de um pasto degradado, sem fertilizantes nem defensivos, qual é o efeito da agricultura sintrópica na paisagem?
Veja neste vídeo! #agriculturasintropica #ernstgotsch #fazendaolhosdagua #protejaolhosdagua #lifeinsyntropy

O Livro da Natureza (The Book of Nature)


Conheça a história da família Sousa, que encontrou na natureza a chave para uma vida mais plena.



quinta-feira, 6 de dezembro de 2018

Mandem vir mais muçulmanos para Portugal, Marcelo Rebelo e Monhé Antonio Costa ... PALHAÇOS ////// APUNHALADO ATÉ À MORTE: Professor de Colégio de Paris DEGOLADO por estudante jihadista.

.
A merda da religião da paz do amor e tolerancia, matou mais um inocente em França.
Por que temos que aturar estes energúmeros em nosso Portugal ????
Ó Catarina Martins os leve para tua casa, e oxalá um destes tão amorosos maometanos da PAZ, do AMOR e TOLERANCIA, A DEGOLE, E PENDURE TUA CABEÇA NA JANELA DE TUA CASA, PARA TODOS A VEREM.
Não se perdia grande coisa esquerdista, burguesinha.

Ramiro Lopes Andrade

Nota: em Portugal nem uma linha deste assassinato por um islamista retardado.






                                                                                                                                                                                                                                             



APUNHALADO ATÉ À MORTE: Professor de Colégio de Paris DEGOLADO por estudante jihadista. 
O assassino é um cidadão paquistanês. 
Preparemo-nos para uma avalanche de jornaleiros a pregarem sobre "islamofobia""medo de represálias" (que nunca acontecem), e depois, a pièce de résistance"doença mental"!
Os maometanos vêem-nos como seres inferiores, e consideram ter direito de vida e de morte sobre nós.


John Dowling

Professor irlandês degolado em ataque fatal por estudante expulso que não passou nos exames
O irlandês John Dowling estava prestes aposentar-se quando foi esfaqueado até à morte.
Peter AllenThe Sun, 5 de Dezembro de 2018, às 19h44

Um professor irlandês que ensina Inglês em Paris foi hoje esfaqueado até à morte por um ex-aluno que não conseguiu passar nos exames.


O terrível assassinato de John Dowling, 66 anos, num possível acto de vingança, ocorreu na universidade privada Leonardo Da Vinci, no distrito comercial ocidental de La Defense.

"A vítima foi esfaqueada várias vezes depois de sair da faculdade para almoçar", disse uma fonte investigadora.

“Pelo menos um dos cortes foi na garganta e ele morreu no local. Um homem de 37 anos foi preso no local e permanece sob custódia.”
 
Até agora, o suspeito não foi identificado; é um cidadão paquistanês que foi expulso da Universidade no Verão de 2017, depois de não ter conseguido passar o ano académico.

Ele é conhecido por ter permanecido na área no ano passado, e estava em contacto com aqueles que administravam o colégio.

É este o novo "normal" na Europa, e tende a ser cada vez pior, se não fizermos nada.

FONTE:       
https://amigodeisrael.blogspot.com/2018/12/maometano-degola-professor-em-franca.html

segunda-feira, 3 de dezembro de 2018

Pacto de Migração da ONU - "O Pacto de Suicídio das Nações" //// SEREMOS DESTRUÍDOS POR HORDAS DE MUÇULMANOS E AFRICANOS ........... SE APROVAREM ISTO, SERÁ O FIM DEFINITIVO DA CIVILIZAÇÃO EUROPÉIA !!!!!!!!!!

.
Nossos governantes na Europa, estão todos vendidos á " NOVA ORDEM MUNDIAL".
Porcos vendidos de merda aqui de Portugal, presidente de Portugal, Marcelo Rebelo de Sousa e Antonio Costa vão assina-lo.
Porra, parem de só ver futebol, existe vida para além disto.
ACORDEM PORTUGUESES.

Ramiro Lopes Andrade

                                                                                                                                                                                                                                  




O "Pacto global para uma migração segura e regular" - Faith Goldy. Quando as "elites globalistas" começam a perder a guerra da informação e a aprovação popular elas demonstram que não precisam de aprovação popular e conseguem o que querem na marra. Não é necessário uma "votação", nem um "mandato popular", nem um "referendo", a legitimidade democrática não é importante quando sabem que não podem vencer, e eles sabem com certeza que ninguém está interessado nisto a não ser eles. O que está em causa neste caso é nada mais nada menos do que a destruição das nações Ocidentais, a regularização da imigração ilegal, que eles chamariam no seu linguajar orweliano de "humanização da migração". Ou seja: facilitar regularizar, promover e incentivar a destruição das soberanias nacionais e legalizar as invasões, (tal como a censura obviamente). Imagine-se que outros crimes sejam "regularizados", tal como referiu Stefan Molyneux, como por exemplo a "fuga aos impostos", porque não promovem esta agenda caros líderes? Humanizem e facilitem a "fuga aos impostos". Chega de tamanha crueldade! Note-se que uma invasão é por definição uma entrada não autorizada em propriedade alheia, e não necessariamente um exército. Aliás quem precisa de exércitos para invadir um país quando se tem estes pactos e estes "líderes"? Só quem quiser desperdiçar dinheiro em balas. Este pacto não é à partida necessariamente vinculativo, mas será naturalmente implementado como tal pelos "líderes" nacionais, que vejam na destruição das suas nações alguma forma de ganho político. Isto perante a total passividade das Forças Armadas nacionais que serviriam em teoria para preservar essa tal de independência e a soberania nacional. Mas que na prática são brinquedos de políticos que são inimigos das suas nações. Naturalmente este acordo não será seguido pela China, nem pelos países não Ocidentais. O facto de não ser vinculativo serve precisamente para isso, para para não tenha que ser respeitado por aqueles cujo cumprimento não interessa. A sua subscrição importa apenas para pressionar os países alvo. Tal como o "acordo climático". A nossa querida ONU é uma espécie de "Vaticano" do presente, com a diferença de que tem muito mais poder e principalmente com a diferença de que a Igreja era querida, apoiada, desejada, EXIGIDA pelo povo e obedecia à Bíblia e a cânones cristãos mais ou menos rigorosos. A ONU obedece essencialmente àquilo que bem entender ser de seu benefício, e gera "direitos humanos" diretamente do vácuo, transformando crimes em direitos.
Fonte: 


 


https://news.un.org/pt/story/2018/09/1639682?fbclid=IwAR06KtOnlnNA1UJiNRjGis3YqxZiLPeuaS-xUPyBr19s2041F5FAxuB-_DM


Presidente de Portugal reforça compromisso com Pacto Global para Migração

Em entrevista exclusiva à ONU News, Marcelo Rebelo de Sousa disse que o país está disponível para receber mais refugiados e que quer partilhar com o resto do mundo o seu plano de integração; chefe de Estado português discursa esta quarta-feira.
O presidente de Portugal, Marcelo Rebelo de Sousa, disse que o país está disposto a receber mais refugiados e que apoia o Pacto Global sobre Migração Ordenada, Segura e Regular.
“Já dissemos que aumentávamos a nossa quota, temos um plano de integração e queríamos que fosse partilhado à escala europeia e à escala global. Nós apoiamos o pacto sobre migrações e sobre refugiados. Não somos daqueles que pensam que a solução se encontra com uma visão distante, que as tragédias que acontecem no mundo são culpa do mundo e nós não temos nada a ver com isso. Isso não existe. Ninguém está fora do mundo.”







sábado, 1 de dezembro de 2018

RESISTENCIA FRANCESA 2018

.

  Paguem e não miem, afinal, podem ir a Fátima pedir milagres, e depois vão ao FUTEBOL !!!

No entanto aqui em terra lusitana, continuamos entretidos com a merda do futebol .......... amém.
Merecemos ser enrrabados todos os dias por esta escumalha ( PSD / PS / BE / PCP / CDS / PV / PAN ).

Ramiro Lopes Andrade
   
                                                                                                                                                                                                                                                 

Protesto. 130 radares destruídos em duas semanas     


30/11/2018

Há mais de 600 radares fora de serviço, sendo que 130 foram destruídos nas últimas semanas. 
Tudo porque os franceses os acusam de estarem montados em zonas não perigosas e apenas para “caçar” multas.
A contestação dos automobilistas em França contra o Governo, que se concentrou de início no incremento dos preços dos combustíveis fósseis, sobretudo a gasolina e o gasóleo, alargou-se rapidamente aos radares que controlam a velocidade dos veículos. 
As denominadas manifestações dos coletes amarelos são responsáveis pela destruição, pelo fogo ou à pancada, de 130 equipamentos de controlo de velocidade apenas nos últimos 15 dias, elevando para 600 o número de unidades que estão fora de serviço, muitas delas de forma irrecuperável.
Os apelos à “neutralização” dos radares, e consequentes atribuições de multas, foram lançados através das redes sociais, visando “impedir o Estado de recolher receitas desta forma”, o que levou a que nos últimos meses mais de 600 destes equipamentos fossem colocados fora de serviço, segundo o radars-auto.com, a maioria através do fogo.
O ataque aos radares agravou-se nos últimos dias, quando mais 130 radares foram destruídos, dos quais 102 eram do tipo fixo, com um valor estimado em 21.000€, 13 eram selectivos (46.000€), outros tantos autónomos (64.000€), além de quatro sofisticados radares de velocidade média, que determinam a velocidade de todos os veículos num determinado troço, com um valor unitário de 150.000€. 

No total, são mais de 3,7 milhões de euros de equipamentos que são propriedade pública, pagos pelos contribuintes, que irão ser substituídos com duplicação de custos.
Ataques como estes são punidos com pesadas penalizações aos prevaricadores, que arriscam o pagamento de 3.750€ e uns dias de trabalho comunitário, caso sejam apanhados a grafitar um radar, castigo que dispara para 30.000€ e dois anos de prisão caso a destruição seja mais severa.
Fonte:    
https://observador.pt/2018/11/30/protesto-130-radares-destruidos-em-duas-semanas/?fbclid=IwAR0rxJPoQFHh8638e4AgWGFAxN6cokTUDj-IjskwKeDfQHoycF5J_130c_c                                                                                                                                                                                                                                 


"Coletes amarelos" não desistem e falam em guerra civil. Há mais de 100 detidos

01/11/2018
Os confrontos entre "coletes amarelos" e a polícia começaram cedo este sábado junto ao Arco do Triunfo com uso de gás lacrimogéneo e canhões de água, mas os manifestantes dizem que, se for necessário, voltarão na próxima semana.
"Quanto mais eles nos mandam gás, mais as pessoas ficam em cólera. 
Se nos deixassem manifestar nos Campos Elísios e sem gás, as coisas não seriam assim. 
Hoje tenho medo que a França entre em guerra civil. 
Se for necessário, voltarei no próximo sábado", afirmou Corinne, "colete amarelo" vinda das imediações de Paris, em declarações à Lusa, junto ao Arco do Triunfo.
Ao contrário da semana passada, neste sábado, os Campos Elísios, em Paris, estão completamente controlados pela polícia. Revistas, controlos de identidade e barreiras intransponíveis estão montadas em todas as ruas que dão à avenida. 
Foram encontrados martelos e outros materiais que poderiam ser utilizados contra a polícia nas malas de alguns dos manifestantes, segundo os meios de comunicação franceses.
Foram mobilizados 4 000 polícias para manterem a ordem nos Campos Elísios.
Resta assim aos cerca de 1 500 manifestantes, que não aceitaram submeter-se ao controlo da polícia, concentrarem-se à volta do Arco do Triunfo, também chamado Praça da Estrela, p
or ser uma rotunda que reúne várias avenidas.   

Fonte:  

segunda-feira, 19 de novembro de 2018

A criatividade humana ao serviço de todos

.
Como retirar 40 litros/agua da atmosfera sem eletricidade, em áreas semi-desérticas.




                                                                                                                                                                                                                                                   

Alambique solar

Outro invento para retirar agua potável do mar em pequena escala, ou purificar agua contaminada ....... simplesmente genial.



Destilador Solar




Renewable Energy: Solar Water Distillers




Retirar agua da humidade do ar, uma solução para áreas semo-desérticas




QUÊNIA - SEMENTES VOADORAS, reflorestação em Africa

quarta-feira, 12 de setembro de 2018

Novo projeto ..... construção de aquecimento de agua solar.

.
Após iniciar a produção de energia elétrica com paineis solares, detectei que a produção é insuficiente para funcionar o termoacumulador de 85 litros que tenho em casa.
O consumo do termoacumulador para aquecimento de agua, é de 1400 wats, e o sistema elétrico que tenho dos paineis solares ficam sobrecarrecados, tendo que ligar a energia da EDP para aquecimento do termoacumulador.
A solução é fazer uma captação solar conforme o vídeo que se segue:

Já tenho a base para apoiar os paineis, os quais irei fazer por partes, dois a dois, serão oito no total.
Já comprei o depósito de agua em aço inox, foi no OLX, uma pechincha ( € 240,00 ) com o transporte e portagens saiu por € 340,00, com 320 litros de capacidade, fotos abaixo.



O depósito ficará no sotão.

Base de apoio na cobertura para paineis de aquecimento de agua ( 2,00 x 1,00 m )


Por enquanto é só, devo iniciar este trabalho para próxima semana.
Abraços a todos os meus amigos.

Ramiro Lopes Andrade